30.3.06

UM NOVO SOM?

Vocês já tiveram a impressão de que, por mais que as rádios anunciem "Esse é o novo som", você acha sempre que já ouviu aquilo?

Eu trabalho com o um headphone no ouvido. Escutando rádios online ou meu pod. Por mais que eu prefira minha própria seleção, tem horas que existe uma necessidade de conhecer coisas novas.

É incrível, mas cada dia tenho mais a impressão que, atualmente, todas as novas bandas são cópias das bandas oitentistas. Principalmente as inglesas moderninhas.

Por exemplo, eu tava ouvindo o novo som do The Hives (banda que eu até acho interessante), mas jurando que já tinha ouvido aquilo em algum lugar. Era algo meio retrô... Não sei... Pode ser impressão minha, mas nunca vejo tanta novidade.

As nacionais, então... É tudo tão igual! Charlie Brown Jr, Detonautas... Não vejo novidade! São guitarras sujas, letras quase faladas, atitude rebelde e um vocalista que não faz muito mais do que segurar o microfone invertido como um rapper.

Sinto falta de quando existia novidade e que, mesmo simplistas, as bandas traziam qualidade e conteúdo.

Me lembro da revolução que a Blitz causou com sua linguagem pop na época. A novidade do rock irreverente do Ultraje. As melodias pesadas e letras down do Nirvana. O diferencial da Nação Zumbi. Mas hoje...

Não vejo novidade mesmo! É tudo releitura e cópia das cópias que já copiavam alguém!

Me interessei por uma banda nova, mas hoje, esse interesse não me leva mais a comprar um CD, por exemplo. Antigamente, gostar de uma música me levava atrás de material. Assim conheci e gostei de Weezer, Smash Mouth, Bidê ou Balde e Cachorro Grande. Antes mesmo deles estourarem em rádios.

Hoje, não vale a pena pagar quase 40 pilas num CD pra descobrir uma cópia ou ver que não tem novidade sonora!

A banda que eu falei é uma tal de She Wants Revenge. Escutei a tal da A Tear You Apart. Música legalzinha. Diferente do resto da programação, mas nada demais. Depois que me toquei, mas os vocais lembram muito o Fred Shneider do B-52's (80s again!), mas com um som mais moderninho e pesado. Interessante!

Bom, graças a internet, hoje eu procuro outros materiais antes de comprar um CD. E quando não gosto, fico só numa musiquinha mesmo. Às vezes essa música fica na minha seleção pessoal e posso ouvi-la quando quiser.

Mas que dá pena o lixo musical de hoje em dia, isso dá!

Se alguém tiver alguma dica musical, é sempre bem vindo!

Ao som de Intergalatic, com The Beastie Boys.

8 comentários:

elisa disse...

Eu não tenho paciência pra rádio, mas eu to sempre lendo sobre música, e quando eu me interesso por algo eu vou atrás.

As nacionais não são tudo igual, Autoramas é bom demaaaaais!

Dantas disse...

Pois é... Autoramas é bom. E é exceção. Eu gosto muito!

O estranho sem nome disse...

Falta criatividade. De 20 anos pra cá só tem lixo.

elisa disse...

Aliás, Dantaish, fui num show maravilhoso deles ontem, escrevi sobre lá no meu blog...

Edna Prigol disse...

Eu ia escrever sobre Autoramas, mas a Elisa já falou, mas o show foi muito bom!

Ariett disse...

É por essas e outras que a galera dos anos 80 voltou com tudo. Veremos se daqui a 20 anos, vai ter gente produzindo show com a galera dos anos 2000...

Odilon disse...

Não sei se sou muito chato ou pessimista mas nem pra essas ditas "novas bandas" tenho paciência...de fato, falta criatividade.

Tem vezes que até confundo os nomes e isso não é ato falho.

Petrus disse...

Carissimo, ta cansado de ver coisa nova-velha doce-sem-açucar e bandas que viram chiclete ou refrigerante? Entao dá uma chance pra gente, dá uma ouvidinha no buda-sem-cabeça: www.camisetas.art.br/buda
No rotulo do CD no site tem mp3. Se vc curtir te mando o CD sem vc ter que pagar os 40 reais pq CD pra mim e flyer e distribuo com o maior amor pra quem curte o som do buda. ajude o buda a tocar no park...
obrigado.