11.1.06

BBB

E começou mais um BBB...

Sim, eu assisto e gosto de coisas trash. Sim, eu acompanho a vida alheia...

Mas aí, você vem e me pergunta: "Então, por que você não se inscreve para participar?".

Simples!

Raciocinem comigo: Entrando na casa, a chance de ser campeão é de apenas 7,14% (quase nada). Aí, pensem o seguinte, tenho 27 anos, investi muito (tempo, dinheiro, dedicação etc.) para o que eu espero que seja uma carreira bem sucedida. Fiz faculdade de Administração, me especializando na área de RH, fui alfabetizado em inglês e investi em mim como profissional na área de treinamento. Além, de, é claro, ter uma carreira paralela envolvida com artes. Tudo isso pra que eu possa me realizar e ter um diferencial no começo da carreira, e que com o tempo se reverta em sucesso, reconhecimento e até mesmo dinheiro.

Agora, imaginem só: eu entro na casa e, do nada, tenho que sumir, largar tudo e ficar super esposto pra milhões de pessoas. Logo eu!

Eu, que odeio ser injustiçado, sem poder me defender... O primeiro que falasse de mim no tal confessionário ia rolar confusão. Sem contar que não estou solto na vida (solteiro). Eu lá dentro ia me expôr e expôr as pessoas que gosto como noiva, família e amigos. Isso sem contar que sou extremamente debochado e irônico... Não sei se eu faria muito sucesso lá dentro ou aqui fora. Sou o tipo de cara que, ao mesmo tempo que é adorado por muitos é extremamente odiado por outros (sim, tem gente que não me suporta!).

E pra que isso? Por R$ 1 milhão? Eu acho pouco.

Um milhão de reais não vale a minha superexposição, emprego, noivado, exposição de minha família e tudo que planejei na minha vida.

Ok... Talvez eu tenha nascido pra ser pobre mesmo, mas sou feliz assim... Enquanto isso, fico assistindo a vida alheia pela TV mesmo. É melhor assim!

Ao som de Retrato pra Iaiá, dos Los Hermanos.

2 comentários:

Ariett disse...

Por essas e outras, criamos o nosso BBB no trabalho. Mais detalhes lá no meu blog.

Théo disse...

Essa Ariett é uma spammer mesmo.